Norte-americana fatura prêmio ‘Action Sports Award’, ao qual concorriam Italo Ferreira e Rayssa Leal

Chloe Kim, praticante de snowboard, dos Estados Unidos, conquista categoria ao qual concorriam os brasileiros Italo Ferreira e a jovem Rayssa Leal (skate). Ela não pôde ir a entrega do prêmio, por conta dos estudos. “Adoraria estar aí com vocês, amo Berlim, mas tenho que estudar biologia”, disse a snowboarder.

Considerado o ‘Oscar do Esporte’, o ‘Laureus World Sports Awards 2020’, é o grande prêmio do esporte mundial.

Ocean Brown, a brasileira Rayssa Leal e Tony Hawk (membro da Academia Laureus) Photo by Boris Streubel/Getty Images for Laureus.

por Janaína Pedroso

Aos 19 anos, Chloe Kim já acumula grandes feitos: cinco ouros nos X Games, uma medalha olímpica (ouro) e mais uma medalha dourada no evento mundial de Snowboard.

Vencedora Categoria Esporte de Ação. Divulgação.

A premiação ocorreu ontem (17), em Berlim, e reuniu ícones do esporte mundial como Tony Hawk e os premiados Lewis Hamilton e Lionel Messi, que venceram a categoria principal da ‘Laureus World Sports Academy’. Houve empate pela primeira vez em 20 anos de história do Prêmio.

A dupla Sky e Ocean Brown. As duas arrepiam tanto no skate quanto no surfe! Getty Images for Laureus.

Apesar de inúmeras estrelas, um dos destaques foi a categoria Laureus ‘Sportsperson of the Year with a Disability. Vencida por Oksana Masters, que nasceu com deficiência nos membros inferiores, causada pela radiação de Chernobyl. Entre as conquistas de Oksana estão cinco medalhas de ouro e uma de prata no World Para Nordic Skiing Championships.

Confira a lista completa dos ganhadores ‘Laureus World’:

  • Sportsman of the Year (esportista do ano): Lewis Hamilton e Lionel Messi
  • Sportswoman of the Year (esportista do ano): Simone Biles
  • Team of the Year (time do ano): Equipe Masculina de Rúgbi da África do Sul
  • Breakthrough of the Year (revelação): Egan Bernal
  • Comeback of the Year (volta por cima ): Sophia Flörsch
  • Sportsperson of the Year with a Disability (esportista com necessidades especiais): Oksana Masters
  • Action Sportsperson of the Year (esportista de ação): Chloe Kim
  • Best Sporting Moment (melhor momento do esporte): “Nos ombros de uma nação” – Sachin Tendulkar
  • Lifetime Achievement Award (conquista ‘da vida’): Dirk Nowitzki
  • Academy Exceptional Achievement Award (conquista excepcional): Federação Espanhola de Basquete
  • Sport for Good Award (esporte para sempre): South Bronx United
“O Esporte tem o poder de mudar o mundo”. Nelson Mandela em cartaz oficial da premiaçao.
Errata:
A vencedora do prêmio é americana, e não japonesa. O texto foi corrigido.

Autor: origemsurf

Compartilhe esse Post

3 Comentários

    • O título da matéria foi péssimo. Chamar a vencedora de japonesa ao invés do nome, sendo que foram colocados os nomes dos outros dois participantes.

      Poste um comentário
  1. “Japonesa” foi pesado… A menina nasceu em Long Beach e tem sobrenome coreano.

    Poste um comentário

Enviar um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *