Pelo sexto ano consecutivo, Mar Del Plata, Buenos Aires, sedia etapa da divisão de acesso do surfe mundial (QS). Além de atletas da América do Sul é esperada a participação de surfistas dos EUA, Nova Zelândia e Espanha.

Por Janaína Pedroso

Entre hoje, 27, e 01 de abril, ocorre o Rip Curl Pro Argentina com prova masculina de 1500 pontos e feminina de 1000. O evento conta com mais de noventa surfistas, sendo a metade deles, brasileiros.

A etapa torna-se estratégica para atletas Sul-americanos, a medida que a WSL (Word Surf League) passou a premiar ganhadores também por região (América do Sul, Oceania/Austrália, América do Norte, Europa, Havaí). O que possibilita ao vencedor disputar as chamadas etapas “primes” (de 6 mil e 10 mil pontos no ranking).

A esmagadora maioria dos títulos de campeões sul-americanos de surfe foram brasileiros, com exceção de 2016, quando Leandro Usuna, da Argentina. Surfistas como Gabriel Medina, Jean da Silva, Raoni Monteiro e Pablo Paulino já conquistaram o feito.

Entre as mulheres, Jacqueline Silva, Silvana Lima, Taís de Almeida e Nathalie Martins foram campeãs sul-americanas.

Silvana é bicampeã sul-americana de surfe (WSL). Foto WSL/Poullenot.

Além de inúmeros brasileiros da nova geração, para esta etapa era esperada a presença de Wiggolly Dantas, que faria sua primeira participação no QS depois de perder a vaga na elite do surfe mundial (CT). Segundo a assessoria do evento, o Ubatubense alegou estar lesionado e cancelou sua participação no evento.

Outras seis etapas pela América do Sul devem acontecer, inclusive duas delas no Brasil. Por enquanto, apenas uma está confirmada e ocorre no Chile, Arica. No pico das temidas e tubulares ondas de El Gringo (29 de maio a 03 de junho).

Confira a lista completa dos brasileiros que conquistaram o título de melhor surfista da América do Sul:

CAMPEÕES e CAMPEÃS DA AMÉRICA DO SUL (WSL):

  • 2017 – Thiago Camarão (BRA)
  • 2016 – Nathalie Martins (BRA-PR)
  • 2015 – Robson Santos (BRA-SP)
  • 2014 – Alex Ribeiro (BRA-SP) e Jacqueline Silva (BRA-SC)
  • 2013 – Gabriel Medina (BRA-SP)
  • 2012 – Jean da Silva (BRA-SC)
  • 2011 – Gabriel Medina (BRA-SP)
  • 2010 – Willian Cardoso (BRA-SC)
  • 2009 – Pablo Paulino (BRA-CE) e Taís de Almeida (BRA-RJ)
  • 2008 – Raoni Monteiro (BRA-RJ) e Silvana Lima (BRA-CE)
  • 2007 – Simão Romão (BRA-RJ) e Silvana Lima (BRA-CE)
  • 2006 – Marcondes Rocha (BRA-AL)

Fonte WSL South America