Esta é a segunda vez, em 62 anos, que o surfe participa do evento fomentado pela Secretaria de Esporte, Lazer e Juventude do Governo do Estado de São Paulo

Por Janaína Pedroso

Além da inclusão do surfe, pela primeira vez na história dos Jogos, o evento contou com outra novidade, já que foi promovido entre duas cidades, São Sebastião e Ilhabela.

O surfe aparece no regulamento como “modalidade extra” ao lado de outras como Jiu-jitsu, Futebol de Mesa, Beach Soccer (futebol de praia) e Futevôlei.

As disputas ocorreram na última quinta (26), na icônica praia de Maresias.

Sobre a participação do surfe nos Jogos, o professor e treinador Fabio Lima, coordenador de surf da Secretaria Municipal de Esportes de Ubatuba, que atua em Ubatuba há pelo menos 25 anos, só se recorda de uma participação em 2007.

“Não me lembro de ter feito parte. Em 2007 me recordo de ter participado dos Jogos Abertos, na Praia Grande (Ubatuba), que na verdade era um evento realizado entre os campeões do Jogos Regionais”, diz.

As baterias foram divididas em cinco (05) categorias: Masculino Sub 20, Feminino Sub 20, Masculino Livre, Feminino Livre e Tag Team (por equipes).

Apesar do caráter estadual, apenas quatro cidades competiram no surfe, Ubatuba, São Sebastião, Caraguatatuba e Paraibuna (Vale).

Na prova coletiva, a cidade de Ubatuba conquistou o título com um time composto pelos atletas Açucena Vaz, Guilherme Villas Boas, Kamile Soares, Matheus Gomes e Kiany Cristina. Os surfistas estiveram sob os olhares do técnico e treinador Marcio “Cebola” Fagnani.

“Foi muito divertido ter feito parte do evento, espero que o surfe entre de vez para os Jogos”, torce o atleta Guilherme Villas Boas.

De acordo com o regulamento dos Jogos, o objetivo do evento é promover o esporte entre as cidades do estado de São Paulo por meio da competição, além de selecionar os melhores atletas e as melhores equipes para os Jogos Abertos (ou também conhecido como “Horácio Baby Barioni”).

Atletas das duas cidades (Ubatuba e São Sebastião) sobem ao pódio. Divulgação.

As disputas foram organizadas pela Associação de Surf de São Sebastião (ASSS), sob supervisão técnica da Federação (FPS).

Vida longa ao surfe nos Jogos Regionais!

Serviço

62º Jogos Regionais de São Sebastião e Ilhabela

DE 18 A 28 DE JULHO

http://jogosregionais2018.com/home