Piscina de ondas em Campinas; a Wavegarden do Brasil

Acabou o mistério. Depois de especulação e boato sobre onde e qual seria a primeira piscina de ondas do Brasil, a KSM Realty anuncia a chegada da Wavegarden (tecnologia Basca) em Itupeva (SP), a 50 km da capital paulista.

Em um dos condomínios de campo mais luxuosos do país, na Fazenda da Grama, a piscina de ondas será parte do complexo da “Praia da Grama”. Como o nome indica haverá uma praia artificial, exclusiva aos moradores e convidados.

“O projeto vai muito além de um espaço para prática do surfe. É uma verdadeira praia, onde toda a família vai estar reunida para viver novas experiências e desfrutar das diversas opções de lazer, esportes, relaxamento e gastronomia”, explica Oscar Segall, fundador da KSM.

Além da Wavegarden, capaz de produzir ondas de diferentes tamanhos (0,5 a 1,95m) e formatos (mais ou menos “cavadas”) em intervalos entre 08 a 24 segundos, o complexo abrigará quadras esportivas, spa, restaurantes, bares, academia e piscina coberta. O valor investido é de R$ 110 milhões e a entrega prevista para 2020.

Maquete eletrônica do projeto assinado pela dupla Gui Matos e Benedito Abbud; arquiteto e paisagista. Foto: Divulgação/Grupo TV1.

Por que a Wavegarden e quanto custa cada onda?

“Entre os fatores que nos levaram a escolher a tecnologia Wavegarden está o baixo consumo de energia em relação a outras disponíveis no mercado. Essas características, além de tornar o projeto mais interessante do ponto de vista econômico, também representa um menor impacto no meio ambiente.” Conta Oscar Segall, da KSM Realty.

Ainda de acordo com o empresário, a possibilidade de estimar os custos de funcionamento com detalhes permitiu estabelecer os valores precisos da operação.

“O valor não varia de acordo com o tamanho ou tipo de onda, mas sim de acordo com a frequência das mesmas.”

“São mil ondas por hora, sob medida para os mais experientes no esporte e para os que estão surfando suas primeiras ondas, sejam adultos ou crianças”, detalha.

Segundo Oscar, com relação ao preço da onda infelizmente não é possível estimar. “São muitas as variáveis que influenciam esse valor.”

Quem vai ‘cuidar’ das ondas?

Cuidar de piscina dá certo trabalho. Imagina essa? De acordo com o porta-voz, a Wavegarden será responsável pela instalação e monitoramento (remoto); também trará um profissional, uma vez por ano.

Na fase de implantação, a equipe de fora treinará dois profissionais brasileiros que farão a manutenção diária do sistema gerador de ondas surfáveis.

Bem, por enquanto nós, “meros mortais”, ainda teremos que aguardar mais um pouco até a chegada de alguma piscina de ondas aberta ao público…

por Janaína

Autor: origemsurf

Compartilhe esse Post

5 Comentários

  1. O Brasil é um país tão desigual que demonstra sua segregação natural possibilitando a construção de uma onda que mundialmente é utilizada de forma comercial ao público em geral e aqui de forma patética possibilidade a exploração dessa “mina de ouro” a poucos e abastados. Parabéns Brasil, o país do surf, só que não.

    Poste um comentário
    • Oi, Gustavo, tudo bem?

      Cara, desculpa a demora, mas a correria tá louca! Então, entendo seu lamento, mas, por outro lado, talvez enxergue sob uma ótica diferente.
      Você tem toda razão quando escreve que o Brasil é demasiado desigual (não há questionamento aí). Porém, não é (na minha visão, tá?) este fato (a desigualdade) que possibilita a construção de uma piscina de ondas (seja ela privada ou não ou alguém acredita que um cara ou uma mina, em condição de rua/vulnerabilidade social/econômica, tem alguma condição de pagar pra surfar uma hora numa piscina de onda? Nem que seja nessas gringas, entendidas como “acessíveis”. E parênteses: honestamente, nem acho que tenha tanta gente interessada em ‘surfe artificial’, assim. É bem lógico, que por aqui (Brasil) seria desta maneira. Ou você achou que a primeira piscina de ondas do Brasil seria um Maracanã-azul, salgado e democrático? Mas, a gente chega lá!

      Na minha opinião, desmerecer o país reforça a tal da “síndrome de vira-lata”, que aliás, detesto falar sobre isso, porque muitas vezes há razão sobre os lamentos, sendo assim é realmente necessário um “viralatismo” de vez em quando.

      Mas, voltando ao assunto, eu enxergo a piscina de ondas como apenas mais uma tentativa do homem moderno de querer replicar de forma mecânica/tecnológica as maravilhas e os milagres da Natureza. Mais ou menos, da mesma forma que cientistas recriam alimentos quimicamente e tantas outras coisas, que nem imaginamos, são recriadas “imitando a Natureza” olha esse link!! (https://incrivel.club/admiracao-curiosidades/10-invencoes-inspiradas-pela-natureza-251010/).

      Pra irmos encaminhando ao final, a economia é baseada no Capital, ponto. Tudo custa, ponto. A regra geral é “ter”. Por isso, vale para cada um de nós fazermos um exercício diário lembrando sobre o que verdadeiramente importa (muitas vezes não custa valor, não se compra, é invisível aos olhos). E assim, a gente não cai na roubada de se sentir frustrado (a)…

      Sinceramente, o Brasil é tão rico, nosso litoral é tão lindo, que ao invés de lamentar ser ou não/ser o país do surfe, ter ou não ter uma dessa no quintal, porque você não começa a planejar uma viagem? Sei lá, tipo: percorrer a costa do Brasil em 30 dias? Tenho certeza que vai descobrir que ela é linda, que tem pessoas incríveis habitando ela e surfistas bons pra cacete em nossas praias! E somos sim uma potência no surfe. Aposto que você vai se divertir muito mais do que se estivesse 14 dias por ano em uma piscina ‘crowdeada’ 🙂

      Espero que você não leve de forma negativa minha mensagem. apesar de gostar de escrever, mmuuuuitas vezes erro na maneira de me comunicar, enfim!! já escrevi demaiss, bj e boas ondas! jana

      Poste um comentário
    • Não tem dinheiro, vai trabalhar ao inves de ficar chorando… papo de desilguade é choro de invejoso e inapaz…

      Poste um comentário
  2. Só passando aqui pra deixar claro que a Jana mandou bem na resposta, infelizmente não nascemos e não fazemos as coisas pra agradar a todos então só lamento Gustavo kkkk

    Poste um comentário
  3. Oi,tudo bom ?
    Meu nome é Luana, sou representante da Sea Hop , fabricamos brindes promocionais como bonés, camisetas, chapéus, aventais e bolsas em geral, temos produção própria, confeccionamos produtos de ótima qualidade, atendemos todo território nacional.
    Visite nosso site, qualquer dúvida ou informação fico à disposição.
    WhatsApp (66)9 9692-0791
    luana@seahop.com.br

    Poste um comentário

Trackbacks/Pingbacks

  1. Urandir - Just True News | ESPORTE | ESPORTE – Piscina de ondas em Campinas; a Wavegarden do Brasil - urandir 2018 - […] Postado By origemsurf em maio 9, 2019 em Destaque, Lifestyle | 0 comments […]
  2. Piscina de ondas em Campinas; a Wavegarden do Brasil - Portal do Campo Grande - […] mais luxuosos do país, na Fazenda da Grama, a piscina […] … Leia post completo no blog Leia mais…
  3. Piscina de ondas em Campinas; a Wavegarden do Brasil - Notícias de Campinas - […] Créditos de imagem: Divulgação. […]

Enviar um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *