‘Salvei a vida do meu agressor’, diz salva-vidas agredida ao resgatar vítima de afogamento

“Foi horrível. Depois de tentar me agredir várias vezes ele quase quebrou um carrinho de açaí, estava muito louco. O tenente da PM se acidentou ao vir conferir a ocorrência, deu tudo errado”.

Quem lamenta o fato é Laís Martins, 25 anos, salva-vidas temporária na badalada Itamambuca, Ubatuba (SP). Agredida pela vítima que salvara, a instrutora de Yoga em Itapira, interior paulista, nunca imaginou tal situação.

O fato ocorreu ainda em 2018, no último sábado de dezembro, 29. Na ocasião, Laís estava de folga apreciando um pastel. “Foi no final do dia, por volta das 17h, quando notei que três adolescentes tentavam retirar o homem da água”.

Visivelmente bêbado, o rapaz tentou agredir a salva-vidas pela primeira vez com um soco na cara, quando ainda estavam dentro d’água e ela tentava colocar o flutuador no lunático.

“Na areia ele gritava dizendo que eu era mentirosa e que não precisava ser salvo. Mas, mal conseguia parar em pé. Foi horrível, muita gente tentou me ajudar na hora. Ele partiu pra cima do moço que vendia açaí, uma confusão geral”.

Quando pergunto a Laís se ela já havia passado por algo do tipo ela nega, mas relembra outro caso curioso. “Quando alcancei a vítima, um rapaz já em desespero, ele gritou: Meu Deus é uma mulher! Como ela vai me salvar?”, conta ela em tom bem humorado.

Abalada emocionalmente com a situação, Laís conta que foi difícil levantar da cama no dia seguinte. Ela diz que se sente culpada pelo fato de o tenente da Polícia Militar, Danilo Pisaneschi ter se acidentado ao tentar acompanhar a ocorrência.

Após a agressão, o homem foi obrigado a comparecer à delegacia. Ele foi acompanhado de um amigo, que segundo testemunhas também estava bêbado. Os dois se dirigiram à delegacia distante cerca de 15km do local da infração, conduzindo o próprio veículo.

Na delegacia, mais uma surpresa. “O delegado não quis registrar  boletim de ocorrência, disse que a delegacia estava cheia e que eu voltasse outra hora”, finaliza Laís.

Violência contra a mulher no Brasil

O Ministério dos Direitos Humanos (MDH) divulgou o balanço do Ligue 180 – Central de Atendimento à Mulher, com dados referentes ao período de janeiro a julho de 2018.

De acordo com o órgão, foram registrados 27 feminicídios, 51 homicídios, 547 tentativas de feminicídios e 118 tentativas de homicídios.

No mesmo período, os relatos de violência chegaram a 79.661, sendo os maiores números referentes à violência física (37.396) e violência psicológica (26.527).

Leia também

Feminicídio: surfista de Ubatuba, que teve a mãe morta a facadas, fala com exclusividade!

 

por Janaína

 

Author: origemsurf

Share This Post On

59 Comments

  1. Quem foi à delegacia fazer o boletim de ocorrência?
    O texto está confuso.

    Post a Reply
    • Foram à delegacia a vítima, o agressor e o amigo do agressor.

      Post a Reply
      • Só o agressor e um amigo dele.

        Post a Reply
        • Após a agressão, o homem foi até a delegacia acompanhado de um amigo, que segundo testemunhas também estava bêbado. Os dois se dirigiram à delegacia distante cerca de 15km do local da infração, conduzindo o próprio veículo.

          Post a Reply
    • O açai, a prancha, o flutuador, o agressor, a agredida, a areia, o helicóptero, o repórter e ele.

      Post a Reply
    • O texto não esta confuso, a questão pode ser analfabetismo funcional…

      Post a Reply
  2. 3 adolescentes e o rapaz do açaí são agredidos mas o tema da matéria é a violência contra a mulher? Segue a linha em voga atualmente: dos 55 mil assassinatos no Brasil ano passado, as mulheres foram as vítimas em cerca de 10%. Mas feminicídio é agravante. Ou seja, perante a lei, minha vida é menos valiosa do que a de uma mulher. Nem todos são iguais perante a lei!

    Post a Reply
    • Sua vida não é menos valiosa amigo e com certeza nao somos todos iguais perante a lei na prática! Não é a toa que as mulheres ao procurarem delegacias muitas vezes não são escutadas, né?
      O homicio é uma violência que merece atenção .. mas não podemos deixar de destacar quando isso envolve uma questão de gênero! Homens agredindo e matando mulheres… O contrário não acontece na mesma proporção… Os homens são mais comumente assassinados… Por outros homens!!

      Post a Reply
      • De onde você tirou a estatística para embasar o argumento de que as mulheres não são escutadas quando procuram a justiça? Segundo o seu ponto de vista a justiça brasileira funciona apenas para os homens então?

        Post a Reply
        • Já teve que acompanhar uma mulher de sua família ou circulo de amizades até a delegacia por ter sido agredida por algum parceiro?

          Post a Reply
      • E por que que quando envolve feminicídio por ser mulher temos que destacar, mas quando envolve homicídio por ser homem temos que deixar quieto?
        Não somos iguais perante a lei na pratica, a lei de feminicídio é o dobro que um feminícidio, mas quem sofre mais na mão de outros homens são os próprios homens. Será mesmo que a vida de um homem é mais valiosa?

        Post a Reply
        • A classificação em feminicídio ajuda a criar estatísticas para lidar com um problema. Por exemplo, se ocorre um homicídio durante um assalto é chamado de latrocínio. A forma de prevenir um latrocínio é diferente de prevenir um homicídio que ocorre em uma briga familiar ou em um bar. Se a violência ocorre de um marido contra uma mulher ou contra uma mulher só pelo fato de ser mulher é um feminicídio e tem formas de combate diferente

          Post a Reply
          • Que alegria senti ao ler seu comentário, Fonseca!
            Direto, coerente e correto. Estamos lendo tantos comentários preconceituosos e cheios de ódio, que fiquei surpresa ao me deparar com o seu. 🙂

          • Entendi, o feminicídio é qualquer tipo de assassinato contra mulher, mas é diferente de homicídio porque mulheres são especiais e merecem mais proteção, uau

          • Seu comentário é muito bom e dele se depreende que a situação ocorrida na matéria não tem nenhuma relação com o feminicidio.
            No caso em questão, uma pessoa fora de seu estado normal estava agredindo seres humanos, independentemente do gênero.
            Tentar encaixar todo tipo de violência como feminicidio ou tentativa de feminicidio apenas confunde as pessoas.

      • Vc explicou bem, didaticamente até, preto no branco. Qualquer um poderia entender. Mas infelizmente não é o que acontece: por mais que se explique, muitos não entendem (ou não querem entender) que, basicamente, no feminicidio a mulher é morta porque seu assassino pensa que ela é propriedade dele e que pode fazer o que quiser com ela.

        Post a Reply
        • Entendo a confusão que a reportagem gera e realmente é questionável se o que ocorreu foi pelo fato dela ser mulher ou pela característica dos agressores … mas o que postei é sobre feminicídio . No caso não aconteceu isso ; não houve sequer um assassinato . Mas as pessoas confundem feminicídio com “Matar mulheres”. Não é isso – é a motivação do ato . E isso é prevenido de forma diferente . Você precisa mapear isso de forma diferente .

          Post a Reply
          • Fonseca, o sexo das vítimas não tem nada a ver com a motivação na imensa maioria dos casos de assassinatos de mulheres. Ou você acha que o criminoso acordou um dia descobriu que aquela pessoa do seu lado era mulher e decidiu matá-la? Óbvio que não! Algo aconteceu que motivou o crime. Normalmente um motivo torpe, que já seria agravante suficiente.

      • Esses assassinos de mulheres não as matam por questão de gênero! As matam por questões emocionais! O que já constitui agravante suficiente, assim como a motivação torpe, sem possibilidade de defesa etc. O crime cometido após algum tipo de envolvimento emocional não pode se caracterizar como feminicídio. Essa figura só se aplicaria nos casos em que as vítimas foram escolhidas por serem mulheres. Como acontece com alguns serial killers, por exemplo.

        Post a Reply
      • Exatamente! Kkkk. Homens agredidos por homens e estes sem protetivas, delegacias especializadas, legislacao especifca etc. Sem contar com uma juíza ganhando 30mil se aposentando 5 anos antes porque tem jornada dupla kkkk

        Post a Reply
    • A vida dos estúpidos é menos valiosa que a vida dos “normais”.

      Post a Reply
    • Quantos desses homens foram mortos por mulheres ou por serem homens?

      Post a Reply
      • Andreza, não sei porque não há estatísticas. Mas pode ter certeza que o fato de eles serem homens contribuiu. Um caso recente que poderia ser considerado androcídio foi o do jogador Daniel. Que inclusive teve seus órgãos genitais mutilados, o que caracterizaria o gênero da vítima como principal motivação.

        Post a Reply
    • Pois é.
      Pelo que dá a entender, o cara a agrediu porque estava fora de si e não porque ela era mulher.
      Mas, em nome de uma bandeira feminista, vale até relativizar a importância da integridade física dos demais seres humanos, do gênero masculino, envolvidos na situação.

      Post a Reply
  3. É uma situação muito triste. Mas queremos que essa alma bondosa continue a salvar vidas. Se os “salvados” não reconhecerem o gesto nobre, e até tentarem agredi-la, o Nosso Salvador saberá recompensa-la. Afinal, Ele é o Salvador de todos nós.

    Post a Reply
    • Esta perdendo seu tempo ai na terra dos orangotangos…venha para um lugar civilizado…

      Post a Reply
  4. deixa eu entender….o cara tava bebado..agredindo TODO MUNDO INCLUSIVE HOMENS…mas ai por estar fora de si e na confusão ter agredido a mulher… JA QUEREM DESTACAR COMO CRIME CONTRA A MULHER…ridiculo

    Post a Reply
    • É crime contra a salva-vidas que salvou a vida do cara. Quem não consegue entender essa simples diferença é que um puta dum babaca que quer diminuir o impacto por ser uma mulher

      Post a Reply
  5. Não entendi nada. Texto muito mal escrito. Quando eu tinha 9 anos já escrevia melhor que autor desta reportagem. Como pode ….?

    Post a Reply
  6. Eu não teria nenhum problema com ela me salvar.

    Post a Reply
    • Eu tb não, camarada. Eu adoraria!

      Post a Reply
  7. Adoraria ser salvo por essa mulher. Linda demais! Meu Deus… se alguém reclama ser salvo por ela… sei nao hein?hahahahahaha

    Laís… trabalhe aqui em Maresias em São Sebastião. Aqui tenho certeza que tu será muito bem vinda. Por mais salva-vidas mulheres!!!

    Post a Reply
  8. Quais as circunstâncias em que o comandante da PM se acidentou? O bêbado estava agredindo a todos, portanto qual a relação com feminicídio? Com todo o respeito à salva-vidas, que por sinal teve uma atitude louvável, isto foi só um caso de um bêbado. Imagino a cena ao chegarem na delegacia: UM BÊBADO AGRESSIVO QUE TOMOU UNS CALDOS, UM AMIGO MAIS BÊBADO AINDA, QUE AFIRMARAM QUE A SALVA-VIDA ATRAPALHOU A PRAIA DELES; ENQUANTO A SALVA-VIDA RELATA QUE O BÊBADO TENTOU GOLPEÁ-LA, BEM COMO À OUTRAS PESSOAS TAMBÉM, MAS DEVIDO AO ESTADO DE EMBRIAGUEZ TEVE TOTAL INSUCESSO. KKKKKK

    Post a Reply
    • O Tenente Danilo Pisaneschi se deslocava de outro ponto do litoral para acompanhar o ocorrido. Sofreu um acidente nesse percurso. Sofreu lesões na cervical e na lombar, quase ficou aleijado, precisou ser removido ao Hospital das Clínicas e passou por cirurgia na coluna. O comandante não corre riscos, mas beirou a morte por conta de um bêbado que agrediu uma Guarda Vidas que é sua comandada.

      Post a Reply
  9. Muito confusa a maneira como a matéria foi escrita. Difícil de entender

    Post a Reply
  10. certamente o agressor era eleitor do bolsonaro!

    Post a Reply
    • Cara para de ser chato com politica, alguém já te disse, vc é muito chato, para de ser trouxa, o assunto não tem nada a ver com politica !

      Post a Reply
  11. Texto muito confuso mesmo. Mas sou bombeiro e estava no dia do fato. O oficial que se acidentou não é o Cmt da Polícia Militar, é um Ten comandante do Posto de Ubatuba! E a lesão dele foi grave. Machucou a cervical.

    Post a Reply
  12. E o acidente com o comandante(?) da PM? tudo bem que não existam mais jornalistas, mas podiam colocar alguém que saiba escrever

    Post a Reply
  13. Mas gente…que texto estranho!
    Quem é o PM? Quem foi na delegacia? Que confusão que aconteceu com a barraca do açaí?

    Post a Reply
  14. Argumenaldo estava assistindo a um vídeo pornô na internet. Ficou intrigado ao notar que a vagina rosada da protagonista assemelhava-se à pele de frango cru. Meditou sobre o assunto durante horas. Por fim, decidiu ver outro vídeo pornô no mesmo site de anteriormente. Desta vez notou que a vagina de outra atriz, esta menos rosada, era mais aberta e tinha uma fina fatia de carne dependurada, pendendo sob a entrada do tão aclamado órgão, balançando a cada movimento de sua dona. Não pôde deixar de comparar tal excesso labial com uma imagem que sempre brotava em sua mente: a de um bacon no ar dançando ao vento e espalhando sua fragrância por todo o ambiente.
    Ficou obcecado pelo assunto. Com uma mania que logo virou tara. Sonhava com a vagina rosada de pele de frango misturada a outra que pertencia ao mundo do toucinho defumado. As duas aglutinavam-se, formando uma só imagem. No fim, a coisa, que era duas, virou uma. Dias e mais dias se passaram, não conseguia tirar a vagina de frango com bacon da cabeça.
    Não dá mais!, disse consigo mesmo.
    Foi ao supermercado. Açougue. Pediu um frango inteiro. Pegou um naco de bacon. Foi pra casa.
    Na cozinha, preparava, pelado, sua tão esperada refeição. Era domingo. Ninguém iria aparecer. Poderia fazer o que quisesse.
    Tirou o frango da embalagem. Era um frango de bom tamanho, daqueles que as donas de casa assam no almoço dominical. Reparou no buraco central, entre as duas coxas. Não havia miúdos, logicamente. O caminho estava livre e, podia-se dizer, parecia macio e confortável.
    Ok, agora, como unir o bacon ao frango? Cortou uma estreita tira de bacon, mais ou menos do mesmo comprimento e espessura da tira labial original de sua musa virtual.
    Precisava grudar no orifício do cadáver galináceo. Lembrou-se que tinha uma super bonder na geladeira. Meteu a cola e afixou a fina tirinha. Pronto! Agora era só esperar a cola secar e começar.
    Enfiou seu rançoso membro no gélido buraco morto. A parte de baixo de seu pênis roçava no bacon, formando, aos poucos, uma fina camada de gordura que deixou seu saco lambuzado ao fim da ação. Sua glande deparou-se com duras e pontudas saliências que logo percebeu tratarem-se das costelas da ave. Ia e vinha no ato sexual. Seu órgão penetrava o frango com uma facilidade ímpar. Tudo foi ficando muito pegajoso. A gordura do bacon misturava-se a uma esquisita geleia que era resultante da violenta fricção na carne do pobre galináceo. No meio do perverso ato, Argumenaldo refletiu: “Provavelmente devo estar cometendo uma terrível atrocidade. O fato de ser um animal me torna um zoófilo; por estar morto, já sou um necrófilo; devido à tenra idade do frango me torno pedófilo; e não sei o verdadeiro sexo, se era frango ou franga, isso faz de mim um possível homossexual. Agora, foda-se!” Aumentou a velocidade e força das estocadas, o corpete do frango começou a partir-se e, nesse ínterim, em meio à carne já disforme e destroçada, gozou.
    Ao término de tão primoroso feito, Argumenaldo desfez-se da carcaça dispondo-a no fétido invólucro destinado ao lixo doméstico.
    Depois, foi assistir ao Domingo Legal.

    Post a Reply
    • WTF??? kkkkkkkkk

      Post a Reply
  15. Que dó… Quando moço oprimido…

    Post a Reply
  16. Texto sem pé nem cabeça. Não entendi vários trechos da reportagem.
    Não é possível que o autor deste texto seja jornalista.
    Que amadorismo.

    Post a Reply
  17. Complicado como a Folha ta ficando cada dia mais deprimente, noticia confusa, sem pé nem cabeça, to começando a achar que a familia Bolsonaro tem razão!!!

    Post a Reply
  18. Que texto confuso, mal escrito, Folha cade o editor e o nivel?
    Parece que as materias estao escritas de qualquer jeito, so por estagiario?
    Coitado fo Sr Frias, deve estar de bruco no tumulo.

    Post a Reply
  19. E o fato de que consta no texto de que agressor e amigo estão bem embriagados, se dirigem à delegacia conduzindo ELES o carro…

    Se tinha polícia no local, inclusive agredida, como deixaram isso ocorrer?

    História mal contada também ein…

    Post a Reply
  20. que texto horrivel, mistura fatos, não esclarece nada, pouco informativo,
    como pode haver por tras disse uma empresa do Porto Folha,
    e esse texto acima??? não tem analise previa para postar, ????]

    Post a Reply
  21. Um dos textos mais confusos e tendenciosos que li

    Post a Reply
  22. Que texto péssimo, não dá pra entender nada, onde o tenente se acidentou?
    Os sujeitos bêbados foram dirigindo até a delegacia?

    Post a Reply
  23. PERGUNTA EM QUEM ESSE FDP VOTOU PRA PRESIDENTE !!!

    Post a Reply
  24. Quando li a manchete achei que ela havia salvado a vida de um homem que a havia agredido no passado. Quanta apelação!! O cara tava bêbado e agredindo a todos que tentavam salva-lo. Por causa desse tipo de distorção apelativa é que mulheres realmente vítimas de violência só por ser mulheres ficam desacreditadas.

    Post a Reply
  25. É galera, nisso que dá querer ler notícia de graça! Se quiserem cobrar qualidade, paguem por assinatura ou comprem jornal! Se não, se contentem com o desafio de adivinhar o que o estagiário quis dizer…

    Post a Reply
  26. Na reportagem fala que o homem bêbado estava agredindo qualquer um que chegasse perto, inclusive o homem que vendia açaí… Depois tentaram enfiar feminicidio na mesma reportagem… Que bosta, hein… Misturando alho com bugalho… Folha de SP decadente…

    Post a Reply
    • O mais grave foi o fato de o delegado não registrar a ocorrência. Não foi feminicídio porque felizmente ela está viva. Se uma mulher é morta num assalto, por exemplo, é homicídio. Se ela é morta por ser mulher, é feminicídio. Quem trabalha com violência entre parceiros escuta todos os dias histórias de negação de registro de ocorrência e muitas vezes tem que acompanhar a vítima até a delegacia e insistir na ocorrência. Agora, se há homens morrendo por serem homens, é em qualquer outro lugar do mundo, mas não no Brasil. E que o mundo funciona melhor para os homens não é nenhuma novidade. Leiam mais e escutem mais as mulheres antes de sair falando coisas sem sentido.

      Post a Reply
  27. LISTA DE FILHOS DA PUTA DO BRASIL
    ARNALDO JABOR
    AÉCIO NEVES
    FERNANDO COLLOR DE MELO
    FAUSTÃO
    RATINHO
    MAGNO MALTA
    PEDRO BIAL
    GALVÃO BUENO
    ANDRÉS SANCHEZ
    LUIZ FELIPE PONDÉ
    FERNANDO HENRIQUE CARDOSO
    SÉRGIO MORO
    CARA DA HAVAN (JÁ ACHAVA ELE UM FILHO DA PUTA MESMO ANTES DE CONHECÊ-LO, APENAS PELO FATO DE ELE TER O PÉSSIMO GOSTO DE USAR A ESTÁTUA DA LIBERDADE NA FRENTE DE CADA LOJA DE SUA CADEIA)
    CIRO GOMES
    ZÉ DIRCEU
    SILVIO SANTOS
    FAMÍLIA BOLSONARO (JAIR MESSIAS, HUGUINHO, ZEZINHO E LUIZINHO)
    WILLIAN BONNER
    ALEXANDRE GARCIA
    DANILO GENTILI
    RAUL GIL
    MICHEL TEMER
    MERVAL PEREIRA
    FAMÍLIA ACM (OS MORTOS E OS VIVOS)
    FAMÍLIA MARINHO (OS VIVOS E OS MORTOS)
    PAULO MALUF
    JOÃO DÓRIA (PUTZ, ESSE DEVERIA SER O PRIMEIRO, MAS DE TÃO INSIGNIFICANTE QUE É EU ESQUECI, MAS AGORA TÁ NA LISTA DE QUALQUER JEITO)
    EDIR MACEDO
    RR SOARES
    VALDEMIRO SANTIAGO
    RONALDINHO (O ORIGINAL)
    RONALDINHO GAÚCHO
    CLÉBER MACHADO
    ARNALDO CEZAR COELHO
    JOSÉ ROBERTO WRIGHT
    JOÃO KLÉBER
    JOSÉ LUIZ DATENA
    LUIZ BACCI
    MILTON NEVES
    MARCELO TAS
    SONIA ABRÃO
    FÁTIMA BERNARDES
    LEILANE NEUBARTH
    GUGA CHACRA
    HENRIQUE MEIRELLES
    HILDEBRANDO PASCOAL
    ROMEU TUMA (PAI E FILHO)
    DELFIM NETTO
    JARBAS VASCONCELOS
    TADEU SCHMIDT
    TIAGO LEIFERT
    MOACIR FRANCO
    EURICO MIRANDA
    NELSON MOTTA
    RONALDO BÔSCOLI (JÁ MORREU) E O FILHO DELE, AQUELE BABACA, ACHO QUE É JOÃO MARCELLO O NOME.
    OTÁVIO FRIAS FILHO (JÁ MORREU TAMBÉM)
    ZECA CAMARGO
    ANTONIO ANASTASIA
    EUNÍCIO OLIVEIRA
    ROMERO JUCÁ
    ELISEU PADILHA
    JÚLIO MEDAGLIA
    OLAVO DE CARVALHO
    REINALDO AZEDO
    CARLOS CERETO
    IVAN MORÉ
    ANTONIO TABET
    CLARICE FALCÃO
    MARCELO CAMELO
    MALLU MAGALHÃES
    TURMINHA DA CBF
    E MAIS UM MONTE DE GENTE QUE AGORA EU NÃO LEMBRO O NOME MAS É FDP, PORQUE NESTE PAÍS É O QUE MAIS TEM. CRESCE QUE NEM GRAMA.

    Post a Reply

Trackbacks/Pingbacks

  1. ‘Salvei a vida do meu agressor’. Salva-vidas é agredida ao resgatar vítima de afogamento – IEB Org - […] Surf</a>.</p> … Leia post completo no blog Leia mais (01/03/2019 – […]
  2. 'Salvei a vida do meu agressor', diz salva-vidas agredida ao resgatar vítima de afogamento - Portal Nova Contagem - […] <p>"Foi horrível. Depois de tentar me agredir várias vezes ele quase quebrou um carrinho de açaí, estava muito louco.…
  3. » ‘Salvei a vida do meu agressor’, diz salva-vidas agredida ao resgatar vítima de afogamento - […] Veja publicação original: ‘Salvei a vida do meu agressor’, diz salva-vidas agredida ao resgatar vítima de afogamento […]
  4. ‘Salvei a vida do meu agressor’, diz salva-vidas agredida ao resgatar vítima de afogamento – Bem Querer Mulher - […] Veja a notícia original aqui  […]
  5. Como lidar com os haters? Blog é invadido por onda de ódio - […] Quando soube do ataque à salva-vidas Laís Martins, a primeira ação foi fazer um desabafo nos stories, companheiro fiel…
  6. Urandir - Just True News | ESPORTE | ESPORTE – Como lidar com os haters? Blog é invadido por onda de ódio - urandir 2018 - […] Quando soube do ataque à salva-vidas Laís Martins, a primeira ação foi fazer um desabafo nos stories, companheiro fiel…

Submit a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *