‘Salvei a vida do meu agressor’, diz salva-vidas agredida ao resgatar vítima de afogamento

“Foi horrível. Depois de tentar me agredir várias vezes ele quase quebrou um carrinho de açaí, estava muito louco. O tenente da PM se acidentou ao vir conferir a ocorrência, deu tudo errado”. Quem lamenta o fato é Laís Martins, 25 anos, salva-vidas temporária na badalada Itamambuca, Ubatuba (SP). Agredida pela vítima que salvara, a […]

Leia mais